Sempre nos ensinaram o certo e o errado, assim como todo um pensamento linear onde desenvolvemos a nossa percepção determinística dos nossos pensamentos, das nossas ações, dos processos e resultados.

Essa linha de raciocínio vem há mais de 400 anos quando Rene Descartes desenvolveu o Racionalismo e o Reducionismo. Tudo poderia ser explicado e entendido, através da redução, analisando sempre que necessário, coisas ou situações mais simples, com menos variáveis e tirando as conclusões para o nosso entendimento. Essa metodologia trouxe grande desenvolvimento nas mais variadas áreas do conhecimento e que culminou no desenvolvimento da Mecânica Newtoniana. Porém, como consequência, foi desprezado tudo que não poderia ser avaliado dentro desta metodologia, como é a espiritualidade, e também o reducionismo criou a departamentalização e a especialização sem considerar o todo. Podemos ver isso na medicina tradicional onde temos os médicos especialistas que cuidam de um órgão ou um sistema e não do todo, o ser humano que é o seu paciente.

Aí veio a Física Quântica há mais de 100 anos atrás, nos ensinar que vivemos num mundo de possibilidades. Existem milhares de possibilidades que podem se manifestar, por meio de nossa escolha e decisão. Muitas vezes brigamos, discutimos e nos desentendemos falando que eu tenho razão, eu estou certo e nesses momentos, esquecemos que cada um tem a sua vivência, a sua experiência de vida, as suas crenças, o seu estágio evolutivo nesse plano terrestre e que cada um está certo dentro da sua forma de perceber o mundo.

No Mundo Quântico, como temos milhares de possibilidades, todos estão certos, cada um vendo por meio das suas bases, das suas crenças, das suas lentes e baseado em aquilo que acredita. Crenças criadas já no berço de uma família, desde criança, da escola, das pessoas que se afinam e da própria sociedade. E podemos entender que cada um tem uma trajetória única para criar o seu mapa mental, onde estão escritas todas as crenças que impulsionam cada um para a sua avaliação, o seu pensamento, o seu comportamento e a sua ação. Nesse olhar, começamos a entender que todos estão certos e se convencer que a opção é ser feliz e não, termos razão.

Tudo isso nos leva a sermos mais flexíveis, entender mais o próximo e consequentemente, termos uma vida mais leve, mais harmônica e uma qualidade de vida melhor. A metafísica nos diz que pessoas rígidas, inflexíveis sofrem ao longo do tempo de problema nas articulações, desenvolvendo reumatismo, artrite e outros, assim como pedra nos rins ou nas visículas. Podemos dizer que quem vive no Mundo Newtoniano, vive no mundo determinístico e quem vive no Mundo Quântico, vive no mundo de possibilidades.

Vamos viver mais felizes, facilitando a nossa vida? Isso só depende de cada um, escolhendo a melhor forma de viver harmônico, em conjunto com as pessoas que nos rodeiam.

Toshihiro Asamura

2 Comentários

Deixe um comentário