Sempre ouvimos falar que a Natureza não dá saltos e isso na maioria das vezes já está arraigado no nosso inconsciente. Sim, a Natureza no macromundo não dá saltos, mas no micromundo sim, ela dá saltos.

Os cientistas da Física Quântica descobriram que um elétron muda de uma camada energética a outra em saltos, mais ainda, ele desaparece da posição original e aparece na posição seguinte, surgindo instantaneamente, sem utilizar espaço e nem tempo. A esse evento, os cientistas deram o nome de Salto Quântico. Descobriram assim que existe fenômenos que não necessitam de tempo e nem de espaço para se realizar e chamaram a isso de Não Localidade.

Os cientistas constataram também que o processo do funcionamento do nosso cérebro é muito similar ao processo quântico e foram se aprofundar no estudo da Consciência. E um dos processos desenvolvidos pela nossa Consciência e a Criatividade Interna, um exemplo de Salto Quântico, um processo Não Local.

Nós viemos a esse mundo para concretizar o nosso desenvolvimento e para nos desenvolvermos, temos que estar constantemente mudando o nosso raciocínio, resignificando a cada momento e retificando o raciocínio falível do homem. Nesse mundo de três dimensões somos constantemente levados a cair nas armadilhas da ilusão de considerarmos como verdadeiros o impermanente e o temporário, o que os orientais chamam de Maya.

Para mudarmos, precisamos criar algo novo, diferente do que fazemos todos os dias e para isso necessitamos da Criatividade. Precisamos de um Salto Quântico no nosso raciocínio para podermos fazer essa mudança. Esse Salto Quântico nada mais é do que manifestarmos uma da infinitas possibilidades que já existem nesse Universo e para a melhor escolha, a necessidade de estarmos conectados com o Universo. Uma das práticas que temos para nos conectar com o Universo, com o transcendente, é a prática da Meditação. Quanto mais vibramos em frequências elevadas, o nosso canal de comunicação com o Universo estará mais aberto e maior a facilidade de acessarmos o Domínio da Potencialidade, esse, diferente do Domínio do Espaço e Tempo, esse mundo do concreto que conhecemos. No Domínio da Potencialidade, não existe nem tempo e nem espaço, é o domínio da Espiritualidade. O processo de Criatividade que utiliza o Salto Quântico, nada mais é do que acessar o Domínio da Potencialidade e fazer a escolha sem a interferência do ego.

Descobrir e aceitar esse Domínio da Potencialidade é um dos caminhos para começar a entender a profundidade da Física Quântica, conhecimento esse que deve ser utilizado para ajudar a melhorar a qualidade de vida dos seres humanos e não servir somente para os cientistas teóricos fazerem elocubrações matemáticas sobre a Realidade.
O passo a passo para o nosso desenvolvimento é importante, mas é sempre bom lembrar que temos também a possibilidade de dar Salto Quântico e encurtar o nosso processo de evolução.

Niels Bohr, um dos pais da Física Quântica, dizia que “se você não ficou chocado com a Física Quântica é porque ainda não a entendeu”.

Toshihiro Asamura

Deixe um comentário