APLICAÇÃO DA FÍSICA QUÂNTICA NA VIDA DAS PESSOAS

Carlos Oliveira escreveu: “A ciência não é democrática, o fato da gravidade ou da eletricidade funcionarem, não depende da quantidade de pessoas que acreditam nisso.”

Esta frase é adequadíssima por que ela aponta para uma característica fundamental da ciência: a capacidade de traduzir modelos científicos em aplicações no mundo real.

A partir do nosso conhecimento da gravidade, movimento e aceleração somos capazes de sair do nosso planeta e voar todos os dias em voos comerciais de um continente a outro; ou do nosso conhecimento sobre energia, somos capazes de coletar eletricidade do sol, do movimento e da fissão de átomos.

Tudo isso tem aplicação prática no dia a dia. Sem estas descobertas, você provavelmente não estaria lendo este texto num computador, que funciona a eletricidade.

As aplicações da Teoria Quântica no dia a dia não são novas, e por meio dela fomos capazes de aperfeiçoar e inovar em diversas tecnologias que usamos hoje. Vejamos por exemplo o Laser:

O que é: uma radiação eletromagnética com características muito especiais, propaga-se como um feixe de ondas paralelas e possui um mesmo comprimento de onda.

O que tem a ver com física quântica: quando agitamos os elétrons que orbitam átomos, os quais emitem fótons (unidade de luz) conforme retornam aos seus níveis mais baixos de energia, os fótons emitidos fazem outros átomos liberarem fótons com o mesmo nível de energia e direção, criando um feixe de fótons que vemos como o raio laser. Todo esse processo funciona baseado num dos princípios da mecânica quântica, que estabelece que a luz se propaga em “pacotes”, e o laser funciona estimulando a emissão de um “quantum” específico de energia.

Onde se usa isso: o espectroscópio, scanners de código de barras, microscopia, sistemas militares de defesa, CD e Blu-Ray players, entre outros produtos.

A Física é, na maioria das vezes, associada à teoria newtoniana, materialista, segundo a qual tudo se explica por meio da matéria. A Física Quântica é a ciência das possibilidades escolhidas pela Consciência Superior ou Cósmica, ligada ao todo, ao universo infinito. Se seguíssemos essa vertente, a educação nas escolas, por exemplo, seria muito diferente. Os professores encorajariam a liberdade em vez de vigiá-la ou cerceá-la, como também a busca por valores e significados mais profundos. Entretanto, ainda vivemos de forma convencional, o que desestimula a criatividade.

Nos dias de hoje há muita ênfase no fazer. Trabalhar e trabalhar. Não importa se o trabalho carrega um significado especial para o indivíduo, porque não há espaço para se extrair das experiências significados e valores transformadores, justamente o foco da física quântica.

Uma vida mais interiorizada, meditativa e, portanto, criativa, se torna impossível em rotinas tão atribuladas que reforçam o pensar e o fazer em detrimento do ser. Entretanto, ao se relaxar e voltar-se para dentro de si, as possibilidades quânticas se expandem como ondas. Nossas escolhas, portanto, se expandem e, por tabela, nossa capacidade de ser.

Segundo Amit Goswami, o potencial ilimitado da Consciência, força transcendente responsável por existências mais criativas e elevadas em termos individuais e coletivos, pode nos levar a criar a nossa própria realidade. A Consciência é anterior ao cérebro e, portanto, influencia seu funcionamento. Isso nos leva à constatação de que a Consciência faz escolhas a partir dela mesma, ou seja, ela converte possibilidades em eventos reais.

 

© 2019 asamura.com.br - Todos os direitos reservados